Inclusão e Educação Especial

Inclução/Educação especial
Alta resolução +
De R$ 54,00 por R$ 37,00

Homofobia

para além das aparências

Marcelo Martins Rezende
ISBN: 978-85-7706-109-9
ed. 192 p.
Uma narrativa pungente que mescla a história do preconceito em relação aos homossexuais e uma série de narrativas francas e corajosas de homens e mulheres que se dispõem a falar das marcas que sofreram e sofrem da homofobia na família, na escola e na sociedade. O autor tem a coragem de explicitar, sem medo e sem rodeios, como esse preconceito se apresenta desde os primórdios da humanidade, envolvendo os leitores na luta contra a a discriminação de qualquer natureza e em favor da convivência e do respeito às diferenças.
  • Sumário
    Prefácio
    A coragem da verdade em forma de prefácio

    Prof. Dr. Sílvio Gallo
     
    Como tudo começou
     
    O que a história revela sobre a sexualidade
    Friedrich Engels: naturalização da monogamia e do direito patriarcal
    O guardião dos padrões estabelecidos
    Michel Foucault: normatizando a sexualidade
    Marilena Chauí e as diferentes manifestações da repressão sexual
     
    Sobre o preconceito
    Agnes Heller: o preconceito como uma categoria fundamental da estrutura da vida cotidiana
    Leon Crochík: mecanismos psíquicos inerentes ao preconceito
    Daniel Borrillo: A homofobia como uma forma de preconceito
    Movimento LGBT: a luta contra o preconceito
     
    Encontros e desencontros no percurso
    A escola, e as conversas com os  jovens
    A ONG de Direitos Humanos e as conversas com os adultos
     
    Para além das aparências
     
    O sofrimento de parecer ser
    A hierarquia das sexualidades
    Normal e desviante
    Mundo público e vida privada
    A internalização da homofobia
     
    As marcas da homofobia
     
    Referência
     
  • Trecho
    Nota do Editor

    Homofobia para além das aparências” ganha especial importância em nosso atual momento, como escreve o Prof. Dr. Sílvio Gallo no prefácio da obra: “Temos vivido no Brasil, nos últimos anos, avanços e retrocessos no enfrentamento dos preconceitos os mais diversos, dentre eles a homofobia. Ações governamentais, como políticas públicas e campanhas pontuais, vêm sendo produzidas e implementadas. As mídias também têm dado visibilidade para a questão com certa frequência. Por outro lado, com o crescimento das redes sociais e a democratização da Internet, elas também têm servido como ferramenta para a exposição de preconceitos e a defesa de posições conservadoras e retrógradas.” Se o tema pode ser considerado importante e atual, Marcelo Martins Rezende, para além disso, produz uma obra pungente em termos da realidade que desvela. A partir de um consistente apanhado teórico, nos capítulos iniciais, percebe-se que o preconceito em relação aos homossexuais existe desde os primórdios da humanidade, muitas vezes de forma velada, outras de forma física e explícita, sempre imputando a crianças, jovens e adultos a brutalidade da humilhação e da exclusão social pelo sofrimento de “parecer ser” o que os outros desejam “ver”. Nessa revisita do percurso histórico do preconceito em relação aos homossexuais, o autor dialoga de forma sensível com Friedrich Engels, Michel Foucault, Marilena Chauí, Daniel Borrillo, entre outros grandes estudiosos do tema, descortinando também lutas travadas pelo Movimento LGBT e seus defensores num cenário mundial mais amplo. Os capítulos iniciais, muito bem articulados em termos da contextualização da homofobia são justamente a ponte necessária para o impacto dos capítulos finais. A “coragem de falar” do pesquisador, conforme elogia Sílvio Gallo, encontra completude na sua pesquisa/conversa com vários jovens e adultos homossexuais. Poderá o leitor, então, sentir a força do preconceito a que se refere Marcelo inicialmente, pela série de narrativas francas e corajosas de homens e mulheres que se dispuseram a levar a público as marcas que sofreram e sofrem da homofobia em suas vivências familiares, na escola e na sociedade, seguidas de reflexões do autor acerca desses depoimentos. Com certeza, “para além desse instigante texto”, muitas questões surgirão por parte de cada leitor, dando abertura a novas páginas na luta contra a homofobia.

Sugestões de outros títulos:

carregando...