O jogo do contrário  em avaliação
0 Avaliações

O jogo do contrário em avaliação


Jussara Hoffmann
Disponibilidade: Em estoque ISBN 9788587063977 10ª ed. 144 p 17 cm x 25 cm

Neste livro, Jussara Hoffmann traz conceitos básicos da concepção mediadora em termos do acompanhamento individual aos alunos. Fazer o jogo do contrário é tentar organizar a prática avaliativa de forma diferente do que sempre se fez. Não é mais possível avaliar os alunos de forma padronizada, insiste a autora, com orientações iguais para todos. É preciso observar um por um, mesmo numa sala de aula com muitos alunos. Para ajudar o professor nesse sentido, a autora organiza o processo avaliativo em três tempos: observação, reflexão e mediação, trazendo fundamentos teóricos e exemplos de alunos com dificuldades que conseguiram superá-las graças ao atendimento individualizado de professores. Traz também exemplos de avanços em avaliação da aprendizagem em outros países, como na Finlândia, que passou a valorizar sobretudo o acompanhamento de cada aluno pelos professores e o planejamento de novas estratégias pedagógicas, promovendo oportunidades dignas de aprendizagem a todos os estudantes.
 

R$ 52,50 R$ 47,25 Em até 6x de R$ 7,88 sem juros

Sumário

Apresentação

Parte 1
Entre claros e escuros da avaliação


Avaliação formativa ou avaliação mediadora?
Processo subjetivo e multidimensional
Uma ação em três tempos
Uma concepção formativa e mediadora
As contribuições de Piaget e Vygotsky
O papel mediador do professor

Aprender ou não aprender?
Com que critérios avaliamos?
Leituras positivas e negativas
O aprender sem complementos
Evolução e conjunto das aprendizagens
O aprender e o desejo de aprender

Respeitar ou valorizar as diferenças?
Cuidados especiais
Uma pedagogia do contágio

Quantidade ou qualidade em avaliação?
Qualidade e aprendizagem: conceitos multidimensionais
Da observação à ação reflexiva: relatórios e dossiês
Relatórios: compreender e compartilhar histórias de vida
Relatórios: do pensar ao agir na formação docente

Parte 2
O jogo do contrário em avaliação


O jogo do contrário em avaliação
Observar aluno por aluno
Os "difíceis" estudos de caso
Avaliação mediadora em três tempos

Tempo de admiração: conhecer para justificar o "não sido" ou compreender para promover oportunidades?
O princípio de compreender
O exercício do aprendizado do olhar
O compartilhamento do olhar avaliativo
A multidimensionalidade do olhar
E o que se admira afinal dos e nos alunos?
A perigosa prioridade às questões atitudinais
Valoração objetiva e subjetiva: um olhar em ação
Autoavaliação: um olhar que “realiza” o próprio aluno
Conselhos de classe: compreender para encaminhar?

Tempo de reflexão: corrigir tarefas
ou interpretar manifestações de aprendizagem?

Interpreta-se para compreender
Tempo de reflexão: entrelaçando olhares
O cenário avaliativo
As relações afetivas
A prática avaliativa mediadora
Análise dos avanços e necessidades percebidas
Um olhar avaliativo reflexivo
A qualidade dos instrumentos de avaliação
O tempo de reflexão e a dimensão do sensível

Tempo de reconstrução: avaliar para
aprovar e reprovar ou formar para vida?

A experiência dos países que avançaram
Finlândia: a leitura em primeiro lugar
Malásia: diversidade e multidimensionalidade
Experiências em avaliação mediadora no país
Relatos de estudos de casos
Sobre o inédito-viável


 

BNCC

Níveis de Educação

Ensino Superior
Educação Infantil
Ensino Médio
Ensino Fundamental - Anos Iniciais
Ensino Fundamental - Anos Finais

Temas Abordados

Aprendizagem
Autoavaliação
Avaliação formativa
Avaliação mediadora
Currículo
Diferenças
Diversidade
Docência
Documentação pedagógica
Erro construtivo
Ética
Inclusão
Instrumentos de avaliação
Interação
Interdisciplinaridade
Legislação em educação
Mediação
Metodologias
Paulo Freire
Relação professor/aluno
Psicopedagogia
Relação escola-família
Relatórios de avaliação
Newsletter

Assine nossa newsletter