Pedagogia do brincar
0 Avaliações

Pedagogia do brincar


Cláudia Inês Horn et al.
Disponibilidade: Em estoque ISBN 9788577060757 3ª ed. 176 p. 17,5 cm x 25 cm

Brincar na Educação Infantil é um direito de aprendizagem e desenvolvimento de todas as crianças conforme apregoa a BNCC. Se a intenção dos educadores é a de formar crianças autônomas, criativas e participativas, deve-se ter presente a ideia de que o brincar é ponto de partida para a construção de novas aprendizagens e de interações na infância e por toda a vida. O fio condutor da publicação é justamente o princípio de que é um direito da criança brincar com liberdade e oportunidades desafiadoras, consolidando-se, assim, uma pedagogia do brincar. Destaca-se, na obra, o capítulo que descreve e ilustra com fotos e exemplos a evolução das brincadeiras infantis dos primeiros reflexos aos jogos de faz de conta e à representação tendo por base a teoria de formação do símbolo de Jean Piaget. Tais pressupostos teóricos introduzidos nos capítulos iniciais são colocados em prática por meio da apresentação de jogos construídos com materiais de baixo custo e de outras brincadeiras em salas de aula, incluindo comentários de professores que utilizaram essas brincadeiras.
 

R$ 65,00 R$ 58,50 Em até 6x de R$ 9,75 sem juros

Sumário

Apresentação | Em respeito ao direito de brincar
Cláudia Inês Horn
Jacqueline Silva da Silva
Juliana Pothin


A importância de brincar na infância
Tânia Ramos Fortuna
Jogo, brinquedo, brincadeira ou ludicidade?
Como resolver esta confusão conceitual?
Aprendendo com o brincar para aprender brincando
Como formar professores que gostem de brincar?
A escola é um lugar de brincar
Que lugar a brincadeira deve ocupar na Educação Infantil?
Como se joga?
Para o professor, por que saber disso?
O espaço do brincar
A escolha de brinquedos e brincadeiras

Brincadeira na infância e construção do conhecimento
Vera Lúcia Bertoni dos Santos
Dos reflexos do bebê à imitação representativa
A criança aprende a imitar
Imitando seus próprios sons e movimentos
Reproduzindo ações observadas no cotidiano
Dos jogos de exercício às representações teatrais
Os jogos de exercício simples
A ampliação da percepção e da mobilidade
A interação com diferentes materiais
Os jogos simbólicos ou de faz de conta
Interagindo com o mundo dos adultos
Brincando de “casinha”
Jogando com situações reais
A busca da “verdade" da representação
Os avanços do processo de socialização

Jogar e brincar com materiais de baixo custo
Cláudia Inês Horn
Jacqueline Silva da Silva
Juliana Pothin

O que professores e crianças pensam sobre o brincar?
Brincar é coisa séria?
Crianças e sucatas
No trabalho com sucata, nada se oferece pronto
O adulto como “assistente” da criação
Jogos criados ou adaptados
A exploração dos jogos pelas crianças
Jogos para crianças de zero a dois anos
Jogos para crianças de dois a quatro anos
Jogos para crianças de quatro a seis anos
Jogos para crianças de seis anos em diante
Interesse das crianças na construção dos jogos
Visão dos professores em relação à ludicidade
As propostas pedagógicas das escolas em relação ao lúdico
Desencadeamento de atividades lúdicas na escola

Aprender brincando?
Fernanda Fornari Vidal Barazzutti
O brincar na minha vida
História da infância e suas relações com o brincar e a escola
Problematizando o brincar
O que as pessoas dizem?
As “oficinas lúdicas”: quem quer brincar?
Rimando aprender com prazer
Atêlies
Mural das novidades
Jogos recreativos
Encontro pelas adivinhas
Se eu fosse...
Jogo dos rótulos
Caixinha de surpresas/caixinha musical
Ursinho
A bala pro beijo
Jogo do abraço
O que aprendi ao brincar com as crianças?


BNCC

Níveis de Educação

Educação Infantil
Ensino Fundamental - Anos Iniciais

Temas Abordados

Aprendizagem
Brincadeiras
Jogos
Metodologias
Newsletter

Assine nossa newsletter